Cenário

As empresas direcionam suas atividades no atendimento no cumprimento da Lei de Cotas acrescentando no seu trabalho exigência da capacitação das pessoas com deficiência para que posteriormente sejam absorvidas no mercado de trabalho como processo final.

Em geral este trabalho não tem atuação in company, o que significa um prejuízo no processo de inclusão bem sucedido na ambientação do mercado, que prescinde dessa preparação na atuação no processo produtivo em si.

O foco de grande parte está em identificar prioritariamente características físicas da deficiência adequando-as ao posto de trabalho, numa inversão de processos que são inadequados às novas estratégias de gestão. Com isso as empresas não alcançam os objetivos de cumprimento legal, pois descaracteriza a contratação com profissionalismo, necessário ao desenvolvimento do seu negócio, esquecendo-se de que o seu sucesso está em oferecer a estrutura de trabalho adequada para que haja uma atuação estratégica de crescimento no mercado empresarial.

Diferencial Competitivo

Identificar a incidência de candidatos com deficiência no mercado de trabalho em idade ativa que cumpram as exigências da legislação, faz parte da atuação e do knowhow da equipe que atua através de outros métodos como:

Acompanhamento de políticas públicas que tratam dos assuntos ligados às pessoas com deficiência;

Acompanhamento de Projetos de Lei em tramitação nos 3 poderes do Legislativo;

Estudo sistemático sobre políticas e métodos de inovação para o pleno exercício de cidadania dos segmentos excluídos a saber, pessoas com deficiência;

Presença constante em eventos de Profissionais de classe para levar e conhecer as linhas de trabalho de que tratam as questões ligadas à pessoa com deficiência e diversidade.

Sistemática apresentação na mídia televisiva e radiofônica no que diga respeito aos processos que envolvem o atendimento igualitário em favor das pessoas com deficiência.

Articulação com outras entidades.

Gráficos

Cerca de 10,2 milhões de pessoas com deficiência, com 15 anos ou mais de idade, tem ensino médio ou superior completo.

O número é 1,3 vezes superior ao de não alfabetizados.

Fonte : Fonte: Espaço da Cidadania com dados do Censo Demográfico IBGE 2010

Ensino médio completo e superior incompleto
7.447.983
Superior completo
2.808.878
Não alfabetizados
7.727.599

População ocupada com 15 anos de idade ou mais e trabalho formal no Brasil

População total ocupada
85.284.414
Trabalhadores formais
44.068.355
%
51,7%
População com deficiência ocupada
20.245.126
Trabalhadores formais com deficiência
306.013
%
1,5%
Fonte: Espaço da Cidadania com dados do Censo Demográfico IBGE 2010 e RAIS 2010
Baixíssima presença de aprendizes com deficiência com vínculos trabalhistas no Brasil
Brasil
Aprendizes com deficiência
Total de Aprendizes
%
2008
407
133.973
0,30
2009
865
155.163
0,56
2010
1.142
192.959
0,59
Fonte: Espaço da Cidadania com dados da SDTI/PMO, a partir de MTE/RAIS 2008/2009/2010